Guias passo a passo
Encontre todos os procedimentos completamente explicados!
Para que se sinta sempre apoiado, mesmo quando não está em contacto connosco.
Área de Cliente
Tabelas - Controlo de Stocks
Regras e detalhes dos Movimentos de Stock no Moloni

No Moloni é possível ativar uma opção que permite que Documentos de Transporte, Fichas de Serviço e Notas de Encomenda possam registar movimentos de stock.
Este mecanismo dá origem a alguns comportamentos e regras que convém conhecer quando converte qualquer um destes documentos em documentos de venda.

Imagine, por exemplo, que vai realizar o transporte de um artigo e emite uma Guia de Transporte para acompanhar o artigo.
A partir do momento que tem a opção de movimentar stock em documentos de transporte ativa nas configurações da empresa, é dada baixa do artigo e o movimento de stock é registado na sua conta, ficando o mesmo associado ao documentos de transporte.

Mais tarde, no momento em que fatura a mercadoria e é criada uma Fatura, o movimento de stock que fazia parte da Guia de Transporte passará a ficar associado a esta nova Fatura.
Para visualizar estes registos, basta aceder ao menu Stocks. Saiba como, consultando esta FAQ.

No entanto, existem alguns casos específicos e que deve ter em conta ao utilizar este mecanismo.

1) A quantidade do documento de destino é a mesma do que no documento de origem:

Imagine por exemplo que emite uma Guia de Remessa com a quantidade de 10 (1). Se aceder aos movimentos de stock poderá ver que este movimento fica registado.

Entretanto, converte esta Guia de Remessa numa Fatura com a mesma quantidade. Neste caso, o movimento de stock passa integralmente para o documento de destino, sendo que se aceder à listagem de stocks o movimento associado à Guia desaparece e dá lugar a um novo associado à Fatura, mas que mantém a data e hora originais (2).

2) A quantidade do documento de destino é menor do que no documento de origem:

Imagine por exemplo que emite uma Guia de Remessa com a quantidade de 10 para um artigo (3).

Depois, converte este documento para uma Fatura, mas apenas com quantidade de 5 para o mesmo produto.
Neste caso, é gerado um novo movimento de stock com 5 unidades associado à Fatura, e a Guia de Remessa mantém-se com a quantidade que sobrou, que neste caso também é 5 (4).

3) A quantidade do documento de destino é maior do que no documento de origem:

Imagine por exemplo, que emite uma Guia de Remessa com a quantidade de 10 para um artigo (5).

Depois, converte a Guia numa Fatura mas com a quantidade de 20 para o mesmo artigo. Neste caso, o movimento de stock de 10 unidades associado à Guia de Remessa aparece agora associado à Fatura, mas com a data e hora iniciais (Da Guia de Remessa), e é gerado um segundo movimento de stock de 10, que representa a quantidade que foi adicionada na Fatura (6).

4) Existem dois documentos de origem e a quantidade do documento de destino é maior do que no primeiro documento de origem mas menor do que a soma dos dois documentos de origem:

Imagine que emite uma Guia de Remessa com quantidade de 20 e outra com 10 (7).

Depois, relacione estes dois documentos com uma Fatura, mas altera a quantidade, e em vez de ser 30 (20+10), fica 25. Se aceder aos movimentos de stock (8), poderá ver que o movimento de stock do primeiro  documento fica agora associado à Fatura, sendo que o movimento de stock da segunda Guia de Remessa mantém-se, mas com a quantidade que não foi movimentada (30-25). Entretanto, é gerado um terceiro movimento de stock correspondente à parte da segunda Guia de Remessa que foi movimentada, que neste caso é 5.

5) Existem dois documentos de origem e a quantidade do documento de destino é superior à soma de ambos:

Imagine que cria 2 Guias de Remessa, cada uma com quantidade de 10. São assim gerados dois movimentos de stock (9).

Depois converte estes dois documentos para uma Fatura, e altera para uma quantidade superior à soma dos 2, como por exemplo, 32. Nos movimentos de stock poderá ver que os movimentos de stock de ambos os documentos de origem passam integralmente para o documento de destino, mantendo a data e hora originais, mas é gerado um terceiro movimento de stock, correspondente à quantidade em excesso (10).

Para saber mais sobre esta funcionalidade consulte:
- Movimente stocks a partir de documentos de transporte, encomendas ou fichas de serviço;
- Como ativar Movimentos de Stock para outros documentos.

Procure na documentação
Pesquisar
Ajuda complementar
Assuntos relacionados com "Área de Cliente"
Outros temas de ajuda
A nossa documentação está organizada por categorias e sub-categorias (Temas),
sendo atualizada com frequência para que possa estar a par de novidades, dicas e truques.
Registe-se e experimente grátis durante 30 dias!
Experimentar
Login/Entrar
Subscreva a Newsletter
Subscrever

© 2017 Moloni
Software de facturação online
Certificado pela Autoridade Tributária Nº1455

O Moloni utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Entendi e aceito